quarta-feira, 9 de abril de 2014

GENE VINCENT - BE-BOP-A-LULA - THIS IS ROCK AND ROLL

Gene Vincent ou Eugene Vincent Craddock nasceu em 11 de fevereiro de 1935.Vincent foi um dos precursores do Rock and Roll e um dos pais do Rockabilly. Seu maior sucesso foi sem dúvida o clássico "Be-Bop-A-Lula" - imortalizado por Presley e tantos outros e lançada no dia 9 de abril de 1956 - começou sua carreira tocando em diversas bandas de música country em Norfolk, Virgínia. Depois de deixar a Marinha com uma lesão permanente na perna, ele assinou contrato com a Capitol Records junto com sua banda de apoio, The Blue Caps. Depois que "Be-Bop-A-Lula" transformou-se no maior sucesso de 1956, Gene Vincent & os Blue Caps não conseguiram emplacar outros hits de tamanha repercusão, mas tiveram uma carreira pontilhada por alguns como: "Bluejean Bop", "Race With the Devil", "Lotta Lovin'", "Crazy Legs" et "Baby Blue". Vincent inclusive foi um dos primeiros astros de rock a estrelar um filme, chamado The Girl Can't Help It. O fato mais marcante na carreira do artista foi a morte de seu melhor amigo Eddie Cochran em um acidente automobilistico, durante uma turné que faziam juntos pela Inglaterra em 1960. Gene que também estava no veículo teve a antiga lesão de sua perna agravada e até o fim de sua vida não se recuperou psicologicamente do ocorrido. A carreira de Gene teve uma enorme perda de popularidade a partir da metade dos anos 60, com a chegada dos Beatles e a "invasão inglesa", embora ele continuasse a fazer sucesso na Europa, principalmente na Inglaterra e Alemanha. Passou os últimos anos de sua vida tentando reconquistar o antigo sucesso, mas acabou afundando-se cada vez mais nas bebidas e na depressão. Faleceu na California em 12 de outubro de 1971, de cirrose gástrica. Gene Vincent está enterrado no Eternal Valley Memorial Park em Newhall, Califórnia. Vincent forma junto com Carl Perkins e Eddie Cochran a quintessencia do Rockabilly, sendo sem sombra de dúvidas, os maiores nomes do gênero.
Veja o que os Beatles disseram sobre Gene Vincent no livro ANTHOLOGY
JOHN: “Estivemos em Hamburgo com Gene Vincent e (mais tarde) com LIittle Richard, e ainda são contadas muitas histórias sobre escapadas, especialmente com Gene Vincent, que era um cara rebelde. Conhecemos ele nos bastidores (refiro-me ao banheiro) e ficamos todos emocionados.”
PAUL: “Gene tinha sido fuzileiro naval e estava sempre se oferecendo para me fazer apagar; conhecia dois pontos onde pressionar. Eu dizia: "sái pra lá, cara.Corta essa!" Ele respondia: ora, vamos lá, você só vai ficar apagado por um minuto.”
GEORGE: “Conheci Gene Vincent no Star Club um dia, no intervalo de um show. Ele disse “rápido, vem comigo!” pulamos dentro de um táxi e subimos a Reeprbahn até o apartamento em que ele estava. Estava tenso e irritado - achava que o empresário da turnê estava transando com a namorada dele! Entramos no prédio.Diante da porta do apartamento, Gene abriu o casaco e puxou uma arma. Ele me deu a arma e disse “segura pra mim!”. Começou a chutar a porta e gritar:“Henry, seu canalha! Vou te matar!”. Devolvi a arma e tratei de cair fora o mais rápido possível".
Agora a gente confere os sensacionais Stray Cats quebrando o maior cacete com o clássico de Gene Vincent. Abração!

2 comentários:

Valdir Junior disse...

O Gene era um "Selvagem " !!
Deve ter sido muito legal para o John,Paul e George essa experiencia de conhecer o cara até o seu lado mais "pesado" !!!

João Carlos disse...

Hamburgo naquela época, com tantas figuras roqueiras. Quem não voltaria "selvagem" de lá? Eita pau!