segunda-feira, 7 de abril de 2014

TIMOTHY LEARY - UM VISONÁRIO OU SÓ UM DOIDÃO?

Timothy Francis Leary nasceu em 22 de outubro de 1920 e morreu em 31 de maio de 1996. Foi Professor (em Harvard), psicólogo, neurocientista, escritor, futurista, libertário, um dos ícones dos anos 60 e do hedonismo. Mas ficou famoso mesmo foi como defensor incansável dos benefícios terapêuticos e espirituais do LSD. Amigo pessoal de John Lennon - a música "Come Together" dos Beatles foi inspirada nele, e no vídeo de "Give Peace A Chance" podemos ver o professor e a sua mulher de toda a vida, Barbara, junto à cama onde John Lennon protagonizou este hino de liberdade. Na letra, pode-se ouvir, na 3ª estrofe: "Everybody is talking about John and Yoko, Timmy Leary…", tal era a notoriedade deste eminente académico naquela época.
Leary foi expulso de Harvard depois de ter promovido uma experiência psicotrópica com uma turma inteira de estudantes de psicologia. Mais tarde, a administração de Nixon fez do Prof. Leary um bode expiatório na sua luta reacionária e conservadora contra a contracultura que abundava nesta época, enviando-o para a prisão pela sua veemente posição contra a proibição do LSD.
Nos anos 80, fascinado pelos computadores, Leary dedicou-se a este novo mundo, e teve imenso sucesso. Criou softwares de design, continuou a escrever livros e a fazer conferências. Embora o seu tópico principal fosse agora a tecnologia, ele ainda era reconhecido como o guru do LSD dos anos 60. Nos meses que antecederam sua morte (câncer da próstata), escreveu um livro chamado Design for Dying (Projeto para morrer), uma tentativa de mostrar às pessoas uma nova perpectiva da morte e do morrer. As suas últimas palavras foram "Why not?".
Timothy Leary faleceu a 31 de maio de 1996, aos 75 anos, na sua própria cama, rodeado por amigos. Logo em seguida, de acordo com o seu desejo, a sua cabeça foi retirada do corpo e congelada. Seu corpo foi cremado e, em outubro de 1996, as suas cinzas foram transportadas pela nave espacial Pegasus e libertadas no espaço com o auxílio de um satélite, juntamente com as de Gene Roddenberry, criador de Jornada nas Estrelas, e de outros cientistas e pioneiros em estudos aero-espaciais.

3 comentários:

Valdir Junior disse...

Apesar de polemico , admiro muito o Timothy Leary !!
Acho que suas idéias sobre educação e conhecimento estavam a frente do seu tempo !!!

João Carlos disse...

E já viu-se um gênio "normal'?

Anônimo disse...

Que bom seria o mundo se só tivesse doidões do calibre do Tim Learry. Um dos maiores psicólogo da cultura ocidental. Tem um vídeo dele no Youtube botando Ram Dass no bolso. E Ram Dass é um auto-intitulado mestre espiritual, um cara que seguiu ensinamentos de Ramana Maharshi... Procurem, muito bom o vídeo.