quarta-feira, 10 de junho de 2015

STEVE RUBELL E SEU FAMOSO STUDIO 54


Steve Rubell nasceu no Brooklin, Nova Iorque, em 2 de dezembro de 1943 — 25 de julho de 1989) foi um interessante personagem da noite novaiorquina, o homem que definiu de uma vez por todas a política de porta nasdiscotecas. Rubell passava metade da noite na porta da sua disco, seleccionando quem deveria entrar, através de critérios que poderiam deixar uma celebridade, seja ela qual fosse, do lado de fora. Muitas foram às vezes que estas foram preteridas a favor de mais interessantes anônimos. O clube Studio 54 foi uma lendária discoteca localizada em Manhattan, Nova Iorque, inaugurada em 26 de abril de 1977.

Rubell foi preso em 1980 por burlar o fisco e por envolvimento com tráfico de drogas. O espaço físico Studio 54 ainda existe. Até à bem pouco tempo o local era usado para festas de rádios dedicadas à disco. Hoje, o lugar é um teatro onde é exibida a peça Cabaret.

O Studio 54 manteve-se até 1986, e Steve Rubell morreu em 25 de julho de 1989, de Aids. O sexo explícito e muitas vezes grupal nas galerias, a indiscriminação das drogas, em particular a cocaína, e a moda fashion eram marcas registradas da famosa discoteca.

Há um filme realizado em 1998 chamado Studio 54, que relata a história, ascensão e queda desta boate. Mike Myers interpreta o papel de Steve Rubell, encarnando a displicência, a depravação e a falta de caráter mundano do impetuoso rei da noite dos anos 70.

7 comentários:

Marcelennon disse...

Embora eu goste de muitas canções no estilo Disco (as dos Bee Gees, do Abba, do KC and the Sunshine Band, e do The Trammps), minha praia é mesmo o bom e velho rock.
Ficava sempre com a impressão, quando era garoto, que o ambiente nestes lugares deveria ser deplorável... Aí, como sempre é possível piorar, vieram a geração (argh!!!) Axé, (afffff!!!!!) Pagode e eu vi que o buraco era mais (e extremamente mais!!!) embaixo...
Abração Beatlemaníaco!

João Carlos disse...

Lennon chegou a citá-la como point da hora. Reza a lenda que Sinatra foi barrado certa vez. Pra mim foi a precursora de lixos musicais que deram nas "raves", música eletrônica e que tais.

Valdir Junior disse...

Era um local "descolado" para aparecer e ser visto...acho que só serviu para isso.

Anônimo disse...

poxa eu era criança nessa epoca deveria ter um desses no Rio de Janeiro..assisti o filme studio 54 eh maravilhoso!!

Pedro Paulo B.de Souza Souza disse...

Foi a melhor época de todos os tempos, os anos 70 e 80 erá diversão garantida.hoje em dia só nos resta relembrar em festas retrô de flash back. Ou ter que suportar esse lixo de música eletrônica de hoje.

Pedro Paulo B.de Souza Souza disse...

Foi a melhor época de todos os tempos, os anos 70 e 80 erá diversão garantida.hoje em dia só nos resta relembrar em festas retrô de flash back. Ou ter que suportar esse lixo de música eletrônica de hoje.

Pedro Paulo B.de Souza Souza disse...

Época maravilhosa da Disco Music,infelismente não existe mais.so nos resta relembrar nas festas de flash back Retrô.