quarta-feira, 6 de setembro de 2017

GEORGE HARRISON - 33 & 1/3 - UM ÁLBUM FANTÁSTICO!


Em 1974, George separou-se da sua primeira mulher, Pattie Boyd. No mesmo ano, ele lançou o álbum Dark Horse, que foi massacrado pela crítica. George iniciou sua primeira tournê e seus shows também foram bastante criticados por conter um longo número do artista Ravi Shankar no seu início e também porque George sofria de problemas vocais e sua voz falhava durante os shows. George também lançou seu próprio selo, a Dark Horse Records, passando o ano desenvolvendo-a. A Dark Horse Records começou a funcionar somente em 1976. George ainda lançou um último álbum, Extra Texture pela Apple, em 1975, um álbum para cumprir contrato com a gravadora. A música "You" foi o único sucesso, embora não tenha atingido o primeiro lugar nas paradas. O disco chegou a figurar na posição 8 nas paradas de sucesso dos Estados Unidos. Somente em 1976, é que George lançou um álbum pelo seu próprio selo: o excelente e ensolarado 33 & 1/3.
Na época George adoeceu com hepatite, o que fez com que ele mudasse a distribuidora do álbum da A&M Records para a Warner Bros. Records pelo fato que a A&M queria que ele entregasse um novo álbum até junho e isso se tornou impossível com a doença. Para o álbum ele escreveu "This Song", música que satirizava o caso de plágio de "My sweet Lord". As músicas "This Song" e "Crackerbox Palace" fizeram um certo sucesso e o álbum atingiu o décimo primeiro lugar nas paradas de sucesso dos Estados Unidos. A única promoção que George fez para o álbum, além dos vídeoclipes foi se apresentar junto ao cantor Paul Simon no programa Saturday Night Live em 20 de novembro de 1976.

33 e 1/3 foi gravado em 1976 e apesar de não possuir nenhum grande sucesso como os discos anteriores de George Harrison - o maior foi Crackerbox Palace com a 14ª posição - é de seus melhores trabalhos e chama muito a atenção o humor pythonesco utilizado nos vídeos das músicas Crackerbox Palace, This Song e True Love. Além das canções já citadas (todas exibidas com exclusividade pelo Fantástico em 1976), merecem destaque "Woman Don't Cry for me", "Leaning how to love you", "See yourself" e "Beautiful Girl". Pena que não existam vídeos decentes para elas.

5 comentários:

Dani disse...

Gosto muito desse álbum! Minhas preferidas: Woman Don't You Cry For Me, Beautiful Girl, It's What You Value e, claro, This Song. Já vi o clip de This Song milhares de vezes, é engraçadíssimo e muito criativo.

Benilson Silva disse...

Apesar da crítica não o ter recebido muito bem, eu gosto demais do 33 e 1/3 gravado em 1976

Marcelennon disse...

Só "This Song" já valeria este album, mas há mais...muito mais!

Edu disse...

De longe, meu preferido!

roque22 disse...

Um dos meus discos prediletos de George. Destaques: This Sing, See Yourself e principalmente Crackerbox Palace.