domingo, 28 de março de 2010

O FUSQUINHA DA CAPA DO ABBEY ROAD

Não existe fã dos Beatles que não saiba das inúmeras histórias e lendas que envolvem a capa do álbum Abbey Road. Na época da “conspiração” da morte de Paul McCartney, a capa tornou-se a principal “prova” de que o boato era verdade, e o fusquinha uma das peças fundamentais na montagem desse quebra-cabeças.

O fusquinha branco modelo 68 com a placa LMW 28IF, depois dos Beatles é o elemento que mais chama atenção na composição da foto. Segundo a conspiração, LMW significaria: “Linda McCartney Widow” – viúva - e o 28IF – que McCartney estaria com 28 anos “se” estivesse vivo.

A única verdade nisso tudo é que o fusca tornou-se ainda mais popular em todo o mundo depois de aparecer na capa do último disco dos Beatles.

Depois que Abbey Road foi lançado, a placa do fusquinha foi roubada várias vezes. Muitos afirmam que o carrinho pertencia a um jovem casal sueco que morava bem próximo ao estúdio. No dia da foto – 8 de agosto de 1969 – os assistentes do fotógrafo Ian Macmillan ainda tentaram tirar o fusquinha do cenário, mas seus todos estavam de férias e ele continuou lá, firme e forte! A foto foi tirada ás 10:30 h.

Em 1986, o carro foi vendido em um leilão por 23.000 dólares e atualmente vive em exposição permanente no museu da Volkswagen em Wolfsburg, alemanha.

“O DIA QUE MEU FUSCA VIROU BEATLE” é o nome de uma incrível historinha de minha autoria e que foi a postagem nº 1 do Baú do Edu. Para quem quiser ler, reler ou conhecer, é só clicar no link:

http://obaudoedu.blogspot.com/2009/09/o-dia-que-meu-fusca-virou-beatle.html
Postagem dedicada ao meu filho DAVI.

Um comentário:

Anônimo disse...

"Os Beatles são os melhores artistas do planeta terra de todos os tempos! Deviam ir para o espaço de vez! Mas não. São teimosos. Graças a Deus". Será que concorro ao prêmio? Não consegui deixar o comentário pela minha conta...Vc podia melhorar isso...
BIA - MT