quinta-feira, 24 de abril de 2014

BADFINGER - PETER WILLIAM HAM - 1947 / 1975 - SHOW!

Há 39 anos, no dia 24 de abril de 1975, uma tragédia de proporções catastróficas decretava o início de uma maldição de uma das bandas mais espetaculares que já desfilaram pela passarela do Rock: BADFINGER! Naquela noite, Peter William Ham – fundador, líder, cantor, compositor e excepcional guitarrista da banda, encerrou a própria vida enforcando-se na garagem da casa onde vivia com a namorada que estava grávida de oito meses. Ele só tinha 27 anos. Guardadas as devidas proporções, PETE HAM tinha para o Badfinger, a mesma importância que John Lennon tinha para os Beatles. Sem ele, tudo era impossível. É muito difícil tentar explicar a história dessa banda resumidamente, por isso, precisaria ser um ‘especial’ enorme (que já houve, quando completamos 2 anos e foi a postagem nº 1000 do Baú). 
 Peter William Ham nasceu no dia 27 de abril de 1947, em Swansea, Wales, Inglaterra. Ele staria completando apenas 67 anos hoje.Começou a tocar ainda menino. Cresceu vendo a onda da Beatlemania chegar! Com 16 anos, conheceu Mike Gibbins e juntos formariam a base do que dois anos depois seria “THE IVEYS”. THE IVEYS foram para Londres e apadrinhados pelos próprios Beatles, mudariam o nome para BADFINGER. Tom Evans entrou. Joey Molland entrou. Finalmente a banda tomou sua forma clássica. O sucesso veio com “COME AND GET IT” de Paul McCartney no primeiro ábum e não parou mais. Logo depois explodia “NO MATTER WHAT” nas paradas inglesas, americanas e para todo o resto. Em seguida, mais sucessos: a indescritível e bela “WITHOUT YOU”, “BABY BLUE”, “ “I’D DIE BABY” e  “DAY AFTER DAY”. Depois de trocarem de empresário, de gravadora e assinar um contrato milionário, descobriram que haviam sido enganados. Tinham perdido tudo! Depois disso, a banda ainda rastejou por uns dois anos produzindo clássicos que, apesar de não terem sido lançados na época, hoje tem um valor inestimável. Mas o fim já estava sacramentado desde a morte de Pete. Era apenas o começo da trágica história dessa banda maravilhosa. Que, sabe-se lá porque, talvez até por causa do suicídio de Pete, e consequentemente o de Tommy (nas mesmas circustâncias) foram "banidos" e "apagados da história do rock. Não da minha.

7 comentários:

Valdir Junior disse...

Um gênio !!
Pena que não aguentou o peso e as mazelas desse mundo !!

BADFINGER FOREVER !!!

João Carlos disse...

Artista inesquecível. Pena que, não fosse o Baú ninguém mais falaria sobre. Estas datas não serviriam para a Apple fazer um tremendo "auê" com relançamentos,raridades, etc?

Pedro Paulo Fonseca disse...

Eu achei a versão demo, gravada por Paul sozinho cantando e tocando todos os instrumentos melhor do que essa gravada por essa banda.

Edu disse...

JC: Você bem sabe que "rei morto, rei posto". Se não for um John Lennon, depois de uma ano ninguém nem lembra mais. Acho até que foi grande coisa o relançamento dos Cds remasterizados. No ano passado, em homenagem a Badfinger, houve a inauguração de uma placa e uma praça em Swansea com o nome "Pete Ham". Abração!
Caro Pedro Paulo Fonseca:
Olá, rapaz. Quantos anos você tem? Não deve nem ter mais de 30. Isso que você disse, é sua opinião e foi publicada como qualquer outra e estará participando do sorteio da revistona. Mas também quero deixar a minha. Eu não acho não! E não conheço ninguém que seja mais fã de McCartney do que eu! Tenho certeza que a versão que você ouviu com Paul, foi a do Anthology 3 – remixada e editada pelos melhores produtores e engenheiros de som do mundo e 27 anos depois da gravação de Badfinger. Além disso, esse vídeo está em baixa resolução. Na internet, em qualquer lugar você pode encontrar os primeiros 4 álbuns da banda, gravados pela Apple, remasterizados e cristalinos. Para começar pela ordem, primeiro baixe “The Magic Christian Music” e garanto que nunca mais vai sair por aí dizendo qualquer coisa. Seja como for, obrigado pela participação. EduBadfinger.

Pedro Paulo Fonseca disse...

Vige! Se fosse pra levar coice, eu mesmo cuidava dos meus cavalos. À propósito, tenho 45 anos!

Edu disse...

'A PROPÓSITO' NÃO TEM CRASE. Meu caro: sabe qual é a diferença de sua opinião e uma pizza? A PIZZA,EU PEDI! Valeu! Muito obrigado pela sua participação!

Murilo Pedreira disse...

Opa!
Calma gente...as duas versões são demais!
Aliás, baixando a discografia do BadFinger AGORA!