domingo, 4 de janeiro de 2015

IMAGINE A MÚSICA DE LENNON PELOS DIREITOS DA CRIANÇA

A Unicef comemorou com um vídeo emocionante o 25º Aniversário da Convenção dos Direitos da Criança, que aconteceu nessa quinta-feira, 20. Katy Perry, Nina Dobrev, Nicole Scherzinger, Adam Lambert, David Guetta, Courtney Cox, Dianna Agron, entre outros, além de pessoas anônimas, gravaram o clipe da música Imagine, de John Lennon. O ex-Beatle John Lennon também aparece no clipe ao lado de Yoko Ono. Os anônimos são de diversas partes do mundo e romperam as fronteiras para cantar no single em defesa da infância e da juventude. A música está à venda no iTunes e toda a verba arrecada com a venda será revertida para os 150 países nos quais a Unicef atua. Já está disponível para Android e iOs o aplicativo para dispositivos móveis desenvolvido exclusivamente para a campanha #Imagine, onde as pessoas gravam suas versões da canção de John Lennon e as compartilham no site da campanha do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A iniciativa está ajudando a arrecadar recursos para o Unicef, uma vez que, quando um internauta compartilha sua versão no site da campanha, um dólar é doado para as ações da organização. Estrelas como Neymar, Daniela Mercury, Kate Perry, Will.i.am, e pessoas de todos os continentes, participam da versão global do vídeo da campanha #Imagine. Nele, famosos e anônimos cantam a icônica canção de John Lennon para chamar a atenção para crianças em situação de vulnerabilidade. Na celebração da virada do ano, na última quarta-feira (31), o hino de paz do ex-Beatle foi cantado em diversas cidades do mundo para incentivar a mobilização das pessoas por uma vida melhor para as crianças e adolescentes. Performances ao vivo da música foram realizadas no Rio de Janeiro, em Londres, Nova York e Cidade do Cabo. No Rio de Janeiro, o adolescente Vinícius Gomes tocou Imagine em um piano como o que John Lennon usou no vídeo clipe da canção. A apresentação, uma parceria com a organização Action/2015, aconteceu no palco principal da Praia de Copacabana, em frente ao hotel Copacabana Palace, às 23h30.

5 comentários:

João Carlos disse...

Eita! E nunca é redundante. Muito bonito.

Valdir Junior disse...

Bem...dando uma de chato, isso é tuo muito bonito,legal,e é melhor coisas assim do que não se fazer nada em pro de quem precisa.Mas cada vez mais acho que a imagem do John esta por demais associada e esse tipo de coisa, e o outro lado dele,Roqueiro,sarcástico,contestador, artista inquieto, esta ficando de lado e sua obra parece se dividir entre dois pontos, o "Beatle" John Lennon e o "Pacifista/Humanitario" John Lennon !!
Acredito que como cada um de nós, o John era muito mais que isso, a diferença é que temos a obra dele toda aí para o mundo conhecer !!

Fabíola G. disse...

Chupa, Paul Maccartney!!! Nunca vai ter isso!

José Otávio Reis - PA disse...

Acho que não podem haver dois Johns Lennons. É impossível separar o roqueiro, sarcástico, contestador, e o "pacifista/Humanitario". É a evolução natural de qualquer ser humano. Até você!

Felipe Felizardo disse...

John detestava caridade porque o dinheiro raramente chegava em quem devia. Ele dizia que era mais fácil ir até quem ele queria ajudar e dar o dinheiro (ou seja qual for a doação) em mãos e pronto. Mas quem mandou ele lançar "Imagine"? Agora segura. Tô baixando o app e vou gravar minha versão pra ajudar também