quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

TUDO O QUE EU PEÇO A DEUS NESTE NATAL...


Na foto, de 1963, o Papai - S. Pedro Ivo, o jovem Adelmar - o primogênito, a Mamãe (minha lindona) e no colo, o pequeno Badfinger que já nasceu dando tanto trabalho. As meninas ainda não eram nascidas.

Meu Deus: tudo o que eu gostaria de pedir neste natal (se achar que eu mereça), é que diminuísse a dor e o sofrimento que está passando meu primeiro e maior amor da minha vida - minha mãezinha queridona meu amor - D. Leonor (até rima). Mas, infelizmente, a situação está grave demais, e o pior (ou melhor) pode acontecer a qualquer minuto. Há duas semanas, o câncer aumentou de forma que comprimiu tanto a coluna cervical, que ela ficou paralítica. Um chora-chora sem igual! O braço esquerdo também já foi para o espaço. Mas a lucidez e a coragem não se esvaem de forma nenhuma em nenhum momento... ô MULHER DIGNA! Eu não aguentaria um décimo do que ela está passando. As expectativas são as piores possíveis. Por isso, além de implorar ao criador, queria pedir a cada um de vocês que se unisse a mim em orações, preces e canções. Se (quando) ela morrer, realmente não faço a menor ideia de como será nosso futuro. Mas é certo que pretíssimo. Até ainda pensei em mudar o topo do nosso blog hoje, mas essa imagem dos rapazes com os semblantes sérios, preocupados e contemplativos traduz bem demais toda a angústia que eu e meus três irmãos estamos vivendo. Por isso, deixa estar, outro dia a gente muda. Obrigadão por tudo e um grande beijo no coração de cada um. Seja o que tiver de ser. Valeu! Tamo junto! Não me deixem só! Boas festas, feliz Natal e feliz ano novo. Deus tenha piedade de nós. Agora e na hora de nossa morte. Amém.

9 comentários:

Edu disse...

Aproveito a oportunidade para informar também que a rádio dançou. Definitivamente!

Jaílson Belfort disse...

Mano, não consigo imaginar sua dor, mas sinto muito pelo q estão passando. Nossas mães nunca deveriam sofrer, nem ir embora... Mas te desejo muita força, meu irmão. Sua mãe é uma guerreira e Deus sabe disso. Mas a paz virá mesmo num pranto. Força, mano. Estou em oração.

João Carlos disse...

Lamento por minha pouca fé, mas diz que "Deus põe, Deus dispõe". Mas, eu me pergunto se há razão pra tudo isso e não consigo entender. Contudo, todos sabemos que o nosso destino certo é nascer e morrer. Vou lembrar de você, seus irmãos e de sua mãe em minhas orações/meditações. E que Deus lhes dê força e serenidade em tempos tão difíceis. Tenha um Natal em paz e um grande abraço do amigo JC.

PS: Até me acostumei com a rádio.

Leandro disse...

Fica firme, amigo velho. Tô aqui do lado. Pronto! Abracão

Valdir Junior disse...

Repito o que meus colegas acima disseram. Vou incluir você Edu, e sua família em minha orações assim como de todos nós, já que, eu mesmo não estou vivendo um bom momento. Hare Krishna.

Fábio Simão disse...

Estou firme e forte ao seu lado, Edu!

Anônimo disse...

Tamo junto sim, Edu.

Benilson

Matheus disse...

Força, Edu! Estamos aqui para o que você precisar. Abraço!

Marcio Pereira disse...

Que Deus amenize sua dor.