terça-feira, 17 de maio de 2016

CAUBY PEIXOTO - PRA SEMPRE CAUBY!



O cantor Cauby Peixoto morreu na noite deste domingo, 15, por volta das 23h50, em São Paulo. O artista, que tinha 85 anos, estava internado no hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, e a informação foi confirmada ao EGO por sua assessoria de imprensa. "É verdade, infelizmente. Em breve, soltaremos um comunicado oficial com todas as informações", disse o responsável. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, a morte do cantor foi causada por complicaçãoes por conta de um quadro de pneumonia. Ele estava no centro médico desde o último dia 9. O velório de Cauby será realizado no salão nobre da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo a partir das 9h. Na página oficial de Cauby no Facebook, foi colocado um comunicado sobre a morte do músico: "Com muita dor e pesar informamos aos amigos e fãs que nosso ídolo Cauby Peixoto acaba de falecer as 23:50 do dia 15 de maio. Foi em paz e nos deixa com eterna saudades. Pra sempre Cauby!".http://www.mtnoticias.net/wp-content/uploads/2016/05/
Em abril de 2011, o incomparável Cauby lançou três álbuns só cantando os Beatles. Em homenagem ao grande cantor, a gente confere aqui novamente o que foi dito naquela postagem.http://1.bp.blogspot.com/-7jlhA2y-KAI/TtAzSyKyGcI/AAAAAAAAC_A/w-OvBYw6v6M/s640/
Na dúvida entre "Caubeatles" e "Caubytles", Cauby Peixoto escolheu a primeira opção para batizar um dos três álbuns que lança neste ano, em que comemora (declarados) 80 anos de vida e 60 de carreira fonográfica. É mais Cauby do que Beatles - exatamente como o intérprete quer que seja. Afinal, ele se lembra, já era "um astro veterano da música" quando os quatro meninos ingleses estavam apenas nascendo para o estrelato. Para esse trabalho, escolheu basicamente o repertório romântico de John Lennon e Paul McCartney: "Help" (?), "Let it Be", "Hey Jude", "Michelle" e "Yesterday". Já colocou voz em metade das faixas. Está decorando as letras das que ainda faltam. "Para 'Help', me inspirei na versão da Tina Turner, que é mais meu estilo. 'I Love Her' virou um bolero", diz. "Funcionou. Modéstia à parte, eu canto muito bem." O disco vai fazer parte da caixa "Cauby - O Mito" (nome escolhido pelo próprio cantor), que sai no meio do ano pela Lua Music e também inclui um álbum no formato voz e violão e um pacote de CD e DVD ao vivo. E aqui, para quem tiver paciência, a gente confere um dos três discos inteiro. Valeu, Cauby!

4 comentários:

João Carlos disse...

Foi o primeiro pop star que conheci. Valeu!

Edu disse...

Ninguém poderia dizer melhor! É isso aí!

Edu disse...

Não é segredo que eu não gosto de "MPB". Mas é preciso saber respeitar monstros sagrados, muito poucos do tamanho de Cauby. Em um especial para celebrar os 50 dos Beatles, Cauby Peixoto achou graça ao ser comparado com os garotos de Liverpool. Ao ser perguntado pelo repórter quem sabia conquistar melhor as mulheres, ele achou graça e logo disse: "Os Beatles". Grande Cauby. Tive oportunidade de vê-lo ao vivo pelo menos duas vezes. Obrigado, criador. O resto é cover!

Valdir Junior disse...

Descanse em paz Cauby. Já em vida e há muito tempo você já era maior que ela(vida).