domingo, 8 de janeiro de 2017

JOHNNY RIVERS - DO YOU WANNA DANCE?

John Ramistella, mais conhecido como Johnny Rivers, canta e toca guitarra desde que se entende por gente. É compositor e produtor de dezenas de sucesso. Nascido em Nova York em 1942, foi criado na Louisiana. Aos 17 anos, foi morar em Nashville, onde conheceu Roger Miller, também, então, desconhecido. Eles se tornaram amigos e ambos começaram a trabalhar na composição de músicas para artistas famosos como Elvis Presley e Johny Cash. Em 1960, Rivers conheceu James Burton, guitarrista de Ricky Nelson. Burton deu a Ricky uma das canções de Johnny. Ricky Nelson gostou dela e a gravou. No ano seguinte, Rivers foi a Los Angeles para conhecer Nelson, onde ficou para trabalhar como compositor e músico de estúdio. Em 1963, Rivers costumava passar seu tempo em um bar chamado Gazzari's. Uma noite, o trio de jazz que tocava no bar deixou o local. Gazzari pediu para Johnny ocupar a vaga por alguns dias, até que encontrasse um outro grupo de jazz. Johnny concordou e a história foi feita. Quando ele começou a tocar seu rock n'roll, multidões passaram a freqüentar o Gazzari's. Rivers fez sucesso no clube, fazendo versões de canções de Chuck Berry.
Em 1964, Elmer Valentine, proprietário do clube Whisky a Go Go, ofereceu a Johnny Rivers um contrato de uma ano para que este cantasse em seu clube, recém-inagurado em Hollywood (California). O novo clube abriu três dias antes do grupo The Beatles lançar "I Want To Hold Your Hand". Mas Johnny Rivers era tão popular que o produtor Lou Adler decidiu lançar Johnny Rivers Live At The Whiskey A Go Go, um álbum ao vivo que vendeu 1 milhão de cópias e alcançou o 12º na lista da Billboard - e a canção "Memphis" (um cover de Chuck Berry) chegou ao segundo lugar na parada norte-americana. Johnny Rivers tinha criado o estilo musical Go Go (que incluiria também dançarinas).Já em 1966, Rivers seguiu gravando canções, especialmente ao vivo, como "Maybellene" (outro cover de Chuck Berry), "Mountain of Love", "Midnight Special" e "Seventh Son", todas elas tornaram-se hits. Também adotou um estilo mais peculiar, mas seguiu produzindo sucessos como "Poor Side of Town", primeiro lugar na parada norte-americana da Billboard, e "Secret Agent Man", que alcançou o #3 em 1966. Outras canções populares desta nova fase do cantor foram "Summer Rain", "Baby I Need Your Lovin'" e "The Tracks of My Tears" (um cover de Smokey Robinson & The Miracles) - todas elas caracterizadas por sua voz suave e comovente. Ele ainda fundou sua própria gravadora, a Soul City Records, que lançou artistas como o grupo Fifth Dimension (ganhou um Grammy Award como produtor dessa banda). Em 1968, Rivers lançou aquele que é considerado por muitos fãs como seu melhor trabalho, o álbum "Realization". que foi evocativo das influências da psicodelia daquele tempo. Durante a década de 1970, Rivers seguiu produzindo mais sucessos de crítica, como "Rockin' Pneumonia - Boogie Woogie Flu", "Help Me Rhonda" (cover dos Beach Boys) e "Blue Suede Shoes" (cover de Carl Perkins), mas os álbuns não vendiam tão bem quanto na década passada. Seu último sucesso foi "Swayin' to the Music (Slow Dancing)" em 1977. Rivers continuou a gravar na década de 1980, e apesar de sua música já não fazer tanto sucesso como nas duas décadas anteriores, continuou a fazer apresentações ao vivo. Em 12 de junho de 2009, Johnny Rivers foi introduzido no Louisiana Music Hall of Fame.
Johnny Rivers está com 74 anos, mas ninguém diz. Ainda é capaz de colocar muita gente pra dançar. São mais de 25 milhões de discos vendidos, 9 canções entre as 10 melhores da Billboard; Do You Wanna Dance, Secret Agent Man, Poor Side of Town, Baby I need Your Lovin, The Tracks of My Tears, Summer Rain, Midnight Special, Mountain of Love, Rockin Pneumonia, Memphis Tennessee, Slow Dancin e It's Too Late. Johnny Rivers foi o primeiro artista internacional a tocar no Canecão no Rio de Janeiro, em dezembro de 1967. Em São Paulo, reuniu 60 mil pessoas no Parque do Ibirapuera num show gratuito em 1998 . Em 2008 voltou ao Brasil para apresentações no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Vitória, Belo Horizonte e São Paulo, onde teve que fazer dois shows extras. Voltou ao Brasil em abril de 2010 e tocou em Porto Alegre, Curitiba e São Paulo. Brasília ficou fora da festa. Que pena.
Johnny Rivers, George Harrison and Al Wilson - 1967

4 comentários:

Marcelennon disse...

Gosto demais do Johnny Rivers... "Do You Wanna Dance" é maravilhosa, mas a cover de "Whiter Shade of Pale" é imbatível e, para mim, superior ao original, do Procol Harum. Vida longa, Johnny Rivers.

João Carlos disse...

Tenho um Best Of dele. Não é ruim nem espetacular. Acerta aqui, erra ali e etc.

Valdir Junior disse...

Não conheço muito o trabalho do Johnny Rivers, só a mais conhecidas, todas incríveis, por isso eu tenho o maior respeito por ele.

Valquiria Ribeiro disse...

Voltei aos bailinhos de domingo a tarde, lá pelos anos 70.