quinta-feira, 3 de setembro de 2015

THE MONKEES - MUITO MAIS QUE UMA MERA IMITAÇÃO


Os Monkees foram criados em 1965 pela rede americana NBC e pelos produtores Bert Schneider e Bob Rafelson inspirados no sucesso do filme A HARD DAY’S NIGHT dos Beatles. Para escolher os futuros astros, colocaram no jornal um classificado pedindo "quatro loucos entre 17 e 21 anos", o que resultou no aparecimento de 437 candidatos. Foram escolhidos: Mike Nesmith, um músico ligado em country/folk music e excelente compositor, Peter Tork, o homem dos mil instrumentos, Micky Dolenz, um jovem ator/cantor que quando criança, tinha estrelado uma série para a TV (exibida no Brasil) chamada "O Menino do Circo". O quarto Monkee, Davy Jones, já tinha sido contratado pelo estúdio um pouco antes, quando o grupo de teatro com o qual tinha vindo para os EUA apresentou-se na Broadway, com a peça "Oliver". Tiveram uma série de TV entre 1966 e 1968 e um longa-metragem para cinema chamado Head (no Brasil: "Os Monkees estão soltos"). Gravaram diversos álbuns, no início somente como cantores, já que músicos de estúdio eram contratados pela gravadora. Mas cansados de tanto controle, conseguiram produzir um álbum autoral em 1967, o antológico Headquarters. Várias turnês e concertos foram realizados e a cada lançamento, o grupo conquistava mais e mais fãs. Mike e Peter chegaram a deixar a banda, sendo substituídos brevemente pela dupla Boyce & Hart, os compositores de vários dos seus hits. Peter voltaria depois, mas Mike somente gravaria com a banda uma última vez em 1995, ocasião do lançamento de Just Us, um álbum inteiramente composto e produzido pelo quarteto. Alguns shows com a formação original marcaram o lançamento de Just Us e, após isso, somente Peter, Dave e Micky continuaram. Algumas turnês com o trio foram feitas e cada um seguiu seu caminho. Mas não se engane: "Os Monkees ainda estão soltos!".Para encerrar, a gente confere os Monkees em quatro grandes momentos, quatro grandes sucessos: "I'm a Believer", "Daydream Believer", "Last Train In Crackersville" e a sensacional "Vallerie".

4 comentários:

Valdir Junior disse...

Era imitação, mais era bem legal !!!

João Carlos disse...

Bem que eu gostava aqui e ali. Mas quando descobri que era um tanto de laboratório fiquei cabreiro. Então vieram Menudos, New Kids etc.

Mrs. Harrison Daltrey disse...

Olá!

Gostaria apenas de dizer que tenho 18 anos, amo classic rock e os Monkees são uma das minhas bandas favoritas! Concordo plenamente com você, Edu, eles eram bem mais do que mera imitação! Os Monkees eram muito talentosos, mas o controle que sofriam impedia que mostrassem isso... Gostaria de que eles não fossem mais subestimados! Merecem muito mais reconhecimento!

Edu disse...

É isso aí, Mrs. Harrison Daltrey: pau na ama seca!!! Oras!