terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

LAUREL & HARDY - O GORDO E O MAGRO - A VERDADEIRA DUPLA DINÂMICA

De 1926 a 1950, o norte-americano Oliver Hardy (o gordo) e o britânico Stan Laurel (o magro)formaram a mais famosa dupla cômica de todos os anos no cinema: "O Gordo e o Magro". Oliver Norvell Hardy Junior, aos 8 anos, já era cantor profissional. Filho de advogado, chegou a ser matriculado na Universidade da Georgia para seguir os passos do pai, mas abandonou a idéia e preferiu abrir um pequeno cinema, quando tinha 18 anos. Sempre foi gordo!

Artur Stanley Jefferson, cujo pai era ator, diretor, produtor, escritor e empresário teatral, estreou no teatro aos 16 anos, em Glasgow (Escócia) e até 1910 ganhou a vida como ator teatral na Inglaterra, interpretando dramas e comédias. Naquele ano, ingressou na famosa companhia de Fred Karno, como ator substituto de Charles Chaplin na primeira turnê do grupo pelos Estados Unidos. Ele me lembra muito alguém do uviverso de Batman. Quem seria???

Na segunda turnê, em 1912, Stan ficou nos Estados Unidos atuando em comédias de curta-metragem e em peças teatrais, escrevendo roteiros e dirigindo alguns de seus filmes. Adotou o pseudônimo Stan Laurel porque seu nome verdadeiro, Stanley Jefferson, tinha treze letras diferentes e ele acreditava que poderia dar azar.

Em 1926, o diretor Leo McCarey, dos estúdios de Hal Roach, convenceu Stan e Oliver a trabalharem juntos e já no ano seguinte realizaram treze comédias de sucesso.

Pararam de filmar em 1945 e fizeram duas turnês pela Inglaterra com um show. Em 1950, voltaram às telas numa co-produção franco-italiana chamada Atoll K (lançado nos EUA como "Robinson Crusoeland", e mais tarde relançado como "Utopia"). No Brasil, teve outros dois títulos: "O Paraíso dos Malandros" e "A Ilha da Bagunça". Contudo, não tiveram sucesso

Nessa época, Oliver vivia com sua terceira mulher, Virginia Lucille Jones, com quem se casou em 1940, e Laureu estava no seu sexto casamento, com Ida Kitaeva Raphael, que o acompanhou de 1946 até a morte. Oliver faleceu em 7 de agosto de 1957, meses depois de um ataque cardíaco. Suas cinzas foram depositadas em Hollywood.

Stan prometeu nunca mais aparecer nas telas, limitando-se a escrever textos, roteiros e peças humorísticas até morrer, em 23 de fevereiro de 1965. Juntos, fizeram 99 filmes. Os dois foram homenageados pelos Beatles na famosa capa do Sgt. Pepper's.

E agora, vocês conferem um "raro" vídeozinho produzido pelos responsáveis do projeto Anthology, e a magia dos beatles sempre presente . Amém!

Um comentário:

Anônimo disse...

PQ VC NAUM FAIZ UM POST SOBRE A CAPA DO SGT. PEPPERS? Ana Rita Peixoto - MA