quinta-feira, 23 de novembro de 2017

WINGS GREATEST - THE BEST OF PAUL McCARTNEY & WINGS


Wings Greatest foi a primeira compilação da carreira de Paul McCartney e seus Wings. Foi lançado na Inglaterra em 1º de dezembro de 1978 e nos EUA em 6 de dezembro 1978. É o oitavo álbum lançado pelo Wings. Tornou-se notável por ser a primeira retrospectiva da carreira de Paul McCartney depois dos Beatles, no entanto, essa coleção se tornou irrelevante depois de lançamentos como "All The Best", "Wingspam: Hits and History" e mais recentemente, "Pure McCartney". Apesar de já ter sucessos suficientes até o final de 1978 para um álbum duplo, McCartney manteve-0 como simples absolutamente por razões comerciais e contratuais. Wings Greatest traz a inclusão de muitos dos sucessos lançados por Paul McCartney (e sua nova banda) somente em compactos no decorrer da década de 1970, como "Another Day", "Live and Let Die", "Junior's Farm" "Hi, Hi, Hi" e "Mull of Kintyre", "Uncle Albert / Admiral Halsey", todas estão lá. Em 1993,"Wings Greatest" foi remasterizado e relançado como parte da "The Paul McCartney Collection".
O design do álbum foi creditado a Aubrey Powell e George Hardie da Hipgnosis. A capa retrata uma estatueta chryselephantina (ouro e marfim) na neve. A estatueta de Semiramis - Deusa do Ocultismo, foi criada pelo famoso escultor de Art Deco, o romeno Demetre Chiparus. Depois de comprá-lo, Linda McCartney queria que a mulher voadora fosse fotografada na neve. Por isso, em 14 de outubro de 1978, ela partiu levando a estatueta e o fotógrafo Angus Forbes para os Alpes. A estatueta também pode ser vista na capa do álbum Back to the Egg, sob a lareira.
A contra-capa mostra miniaturas das capas dos doze sucessos, principalmente os singles. No meio, uma fotografia de Paul, Linda e Denny Laine. A fotografia original também teve Jimmy McCulloch e Joe English, mas ambos deixaram a banda no momento em que este álbum foi lançado e foram apagados.

Um comentário:

roque22 disse...

Considero a melhor Coletânia de todos os Tempos. Este disco, ao lado da Coletânia Beatles 1967-1970 são os discos que eu mais coloquei na Vitrola em toda a minha Vida. Nota 10!