quarta-feira, 21 de outubro de 2015

PAUL McCARTNEY - THE LONG AND WINDING ROAD

http://2.bp.blogspot.com/_DlMiU2ckF7Q/S1hQb2yoATI/AAAAAAAAEVs/4VhWk9WzDiA/s400/
Assim como “Yesterday”, “The Long And Winding Road” evoca a perda sem descrever uma situação especifica. As imagens de vento e chuva sugerem sentimentos de abandono na natureza, enquanto a estrada longa e tortuosa que leva à “porta dela” é o sinal de esperança. As imagens na verdade vêm da experiência de Paul em High Park, sua fazenda na Escócia, que estava exposta a ventos fortes e era frequentemente açoitada pela chuva.
A estrada longa e tortuosa é a B842, mais de quarenta quilômetros de curvas e desvios que passam pela costa leste de Kintyre até Campbeltown, a cidade mais próxima da fazenda. Paul disse que tinha a voz de Ray Charles em mente quando escreveu “The Long And Winding Road”, e que isso influenciou o uso de acordes em estilo jazz. A estrada é vislumbrada como interminável porque a canção é sobre algo que é inatingível. “The Long And Winding Road” foi lançada como single nos EUA em maio de 1970 e chegou ao número 1.

5 comentários:

jonas gomes silva disse...

gosto muto dessa musica e demontra bem esse sentmento.

João Carlos disse...

Acho que já tinha lido (aqui mesmo?) esse post recentemente, sobre essa obra prima.

Pedro RBC disse...

Assistir ao Paul tocando essa música ao vivo é indescritível!

Valdir Junior disse...

Justamente por falar sobre algo que é inatingível "The Long..." é eterna!!
AA musica é tão boa que mesmo a grandiloquência de Phil Spector não conseguiu estragar a musica.

Edu disse...

Para mim, tão top ou mais do quê "Maybe I'm Amazed" e "Every Night". Obra-prima!