quarta-feira, 22 de junho de 2016

JOEY MOLLAND – HAPPY BIRTHDAY BADFINGER!

Apesar de um talento extraordinário, Joey Molland nunca foi devidamente reconhecido como um dos melhores guitarristas do rock. Graças a Deus, hoje é dia de mais um aniversário dele. 69 anos de uma vida bem intensa, e 56 de uma carreira com mais baixos do que altos. Joey é o único membro original sobrevivente da banda inglesa Badfinger.http://zacharymule.com/wp/wp-content/uploads/2014/02/
Abençoada pelos Beatles e sua Apple Records, a banda experimentou o gosto do sucesso com álbuns como “No Dice” – 1970 e “Straight Up” – 1971. Depois, pela falta de qualquer escrúpulo dos empresários, terminou de forma trágica e melancólica. Quando o contrato com a Apple (Allen Klein) expirou, o novo disco “Ass”, que é considerado por muitos como o melhor trabalho do grupo, nem chegou a ir para as prateleiras. Assinaram um contrato milionário com a Warner, mas já havia um rombo de milhares de dólares. Devastado, Pete Ham (líder formador e principal compositor, cantor e guitarrista da banda), sucidou-se aos 27 anos de forma trágica por enforcamento em 1975. Então veio a grande depressão e os outros se dispersaram. Joey se juntou ao ‘Natural Gas’ com Steve Marrriot, e Tom Evans, o grande amigo de Peter, entrou para os “Dodgers”. Mike Gibbins, o batera, passou um longo tempo no ostracismo.

Joey e Tommy ainda tentaram uma nova formação juntos e chegaram a gravar dois bons discos, que nunca apareceram nos charts. A guerra de egos selou e destruiu a parceria e a amizade, e Tom Evans, também suicidou-se da mesma forma de Peter – por enforcamento oito anos depois do amigo em 1983.

Joey seguiu seu caminho e formou sua própria banda: “Joey Molland’s Badfinger”, e, continua levando o nome “BADFINGER” por onde quer que vá. Já veio duas vezes no Brasil, mas eu nunca tive oportunidade de vê-lo. Sua mulher, com quem se casou logo no início da banda – Kathy – morreu em 2009. Nos discos que (ainda) grava não aparece o nome “Badfinger”. Apenas Joey Molland. Kathy Molland morreu em 2009. Recentemente, um de seus guitarristas, Mark Healey, também morreu. Mas a banda não pára. Felizmente Joey continua bem vivo e, quem sabe ainda terei oportunidade de lhe dar um abraço e dizer: “meu herói”, carregando um saco com mais de 100 Cds pra ele autografar. Happy Birthday JOEY BADFINGER! Boogie Forever!


  

3 comentários:

Valdir Junior disse...

Parabéns Joey Molland. Badfinger Boogie pra você, hoje e sempre.

João Carlos disse...

As coisas não ficaram fáceis pra ele desde o início do fim, mas, o cara tem um equilíbrio mental invejável.

Marcelennon disse...

É um guerreiro! E a banda é eterna! Badfinger Forever