sábado, 23 de abril de 2016

ROY ORBISON - SHE'S A MYSTERY TO ME....

Se o grande Roy Orbison vivo estivesse, estaria completando hoje 80 anos. Roy Kelton Orbison nasceu em Vernon, Texas, no dia 23 de abril de 1936. apelidado de "The Big O", foi um dos mais influentes artistas americanos e um dos pioneiros do rock and roll, cuja carreira estendeu-se por mais de quatro décadas. Orbison foi internacionalmente reconhecido por suas baladas sobre amores perdidos, por suas melodias ritmicamente avançadas, seu timbre vocal de três oitavas, seus característicos óculos escuros e um ocasional uso de falsete, tipificado nas canções como "Only The Lonely", "Oh, Pretty Woman" e "Crying". Em 1987, foi incluído no Hall da Fama do Rock'n Roll e nessa cerimônia cantou "Oh, Pretty Woman" com Bruce Springsteen. Neste mesmo ano, Orbison assinou contrato com a Virgin Records, onde regravou todos seus sucessos, pois muitas das gravações originais estavam "presas" devido ao processo de falência. O resultado foi o álbum In Dreams. Em 1988, Roy ganhou o Grammy pelo dueto com K. D. Lang na música "Crying". Em 1988 produziu o excelente álbum e o vídeo “A Black And White Night (Roy Orbison and Friends)” onde aparecem vários astros da música, como Bruce Springsteen, Tom Waits e Elvis Costello. No mesmo ano juntou-se a George Harrison, Bob Dylan, Tom Petty e Jeff Lynne formando os Traveling Wilburys. O lançamento deste álbum foi esplêndido a conquistaram o Grammy em 1989. Todos esperavam que a carreira de Roy Orbison estouraria novamente, quando sofreu um ataque cardíaco fatal, em Nashville. Ele morreu em 6 de dezembro de 1988. O lançamento do disco Mystery Girl, finalizado postumamente em 1989, foi considerado pela crítica como o mais bem sucedido álbum de toda sua carreira, não simplesmente como uma homenagem póstuma mas pelo fato deste disco conter canções que mostravam um homem descontraído e com uma voz que nunca havia soado melhor, como por exemplo "You Got It", "She's a Mistery to Me", "Califórnia Blue", "A Love So Beautiful", "In The Real World", "The Comedians", etc. Em 1992, foi lançado o álbum King of Hearts, contendo algumas músicas inéditas.

5 comentários:

Valdir Junior disse...

Roy, e não Sinatra, é o verdadeiro "The Voice". É só escutarmos uma unica nota cantada por ele e vivemos a mais pura emoção. Ele faz muita falta.

Edu disse...

Gênio. John Lennon bebeu muito dessa fonte! O outro também.

Joelma disse...

Muita falta. Imagino o que ele ainda teria feito se nao tivesse morrido tão prematuramente.
She's a mystery to me já faz parte da minha play list há um tempinho.

João Carlos disse...

Ótima canção. Atirei num canto e acertei noutro: confundi essa com She's still a mystery to me. Foi no bambo mas valeu! E como!

Valquiria Ribeiro disse...

Adoro Roy. Voz linda,realmente sabia cantar.