sábado, 3 de dezembro de 2016

BAY CITY ROLLERS - A MAIOR SENSAÇÃO DE EDIMBURGO


“Os Beatles eram tão bons quanto os "Bay City Rollers" ? Em 1977 foi lançado um disco ao vivo dos Beatles de dois concertos que eles fizeram no Hollywood Bowl em 1964/1965 e no texto da contracapa, escrito por George Martin, que sempre produziu os Beatles, ele nos conta que a filha dele fez a tal pergunta. Conclui que "um dia ela descobrirá". E você? Se lembra ou conheceu os Rollers na época? Eram uma bandinha de pop-chiclete que saíram de Edimburgo para conquistar o mundo. Isso lhe é familiar?
Os “Bay City Rollers” foi uma banda de música pop escocesa durante a metade da década de 1970. A jovialidade, as roupas estilosas e suas canções tornaram o grupo um dos mais populares do cenário artístico da época. Ao período em que a banda esteve no auge deu-se o nome de “Rollermania”. Devido a rápida notoriedade alcançada pela banda, a queda também deu-se numa velocidade espantosa e os membros acabaram envolvidos com drogas, problemas no pagamento de direitos autorais e problemas pessoais. Revistas musicais da época os consideravam “ a maior sensação de Edimburgo", e foram a primeira de muitas bandas anunciada como o 'maior grupo desde os Beatles'. A formação contou com inúmeras alterações ao longo dos anos, mas o clássico line-up durante o seu apogeu incluía os guitarristas Eric Faulkner e Stuart John Wood, o vocalista Les McKeown, o baixista Alan Longmuir e o baterista Derek Longmuir. Em 1966, o baixista Alan Longmuir, seu irmão mais novo, o baterista Derek Longmuir e o colega de escola, vocalista Gordon "Nobby" Clark, fundaram ‘The Saxons’, em Edimburgo, Escócia. Logo depois, trocaram o nome para “Bay City Rollers” depois de atirar um dardo em um mapa dos Estados Unidos, que aterrou "próximo" a Bay City, no Michigan.O primeiro gerente/empresário dos Rollers foi Tam Paton, um ex-big band líder. Membros de curto prazo deste período incluiam o baixista David Paton (1969/70) e o tecladista Billy Lyall (1969/71), que logo tornaram-se fundadores de outra banda de Edimburgo bem sucedido, o Pilot . Depois de assinar com a Bell Records, o primeiro hit da banda foi "Keep On Dancing" (UK que chegou ao # 9, em 1971 no Reino Unido. Após o sucesso desse lançamento, fizeram aparições na BBC One 's Top of the Pops. O grupo, então, ganhou um concurso da Radio Luxembourg com a música "Mañana", que mais tarde foi popular em outras partes da Europa e em Israel. Vários singles foram lançados nos dois anos seguintes. Este período viu a adição de longo prazo do guitarrista Eric Faulkner. Em meados de 1973, o quarto single, "Saturday Night", uma das muitas canções escritas e produzidas para a banda pelo duo de compositores Scotsman Bill Martin e Irishman Phil Coulter chegou ás paradas. Aí começou o troca-troca. Stuart Wood, então com 16 anos, completou a linha "Classic Five" em fevereiro de 1974, uma semana depois que a banda estreou o single "Remember" no Top Of The Pops. No início de 1975 a banda estava bem no seu caminho de alcançar alcançar o sucesso mundial. Com hits como "Remember" (UK No. 6), a popularidade dos Rollers explodiu, e eles lançaram uma série de hits nos charts britânicos. Outros sicessos se seguiram como Shang-a-Lang" (UK No. 2), "Summerlove Sensation" (UK No. 3), e "All of Me Loves All You" (UK No. 4).No início de 1975, eles eram os artistas que mais vendiam no Reino Unido. Uma versão cover dos Four Seasons de "Bye, Bye, Baby" ficou em 1 º lugar durante seis semanas entre março e abril de 1975, e vendeu de quase um milhão de cópias tornando-se o mais vendido do ano. O seguinte  "Give a Little Love" seu segundo hit # 1, liderou as paradas em julho de 1975. Mais dois LPs foram produzidos durante este período: Once Upon a Star (1975) e “Wouldn't You Like It?” (1975).Enquanto a popularidade do grupo cresceu para o estrelato em toda a Europa, um esforço concentrado foi feito pela Arista Records para lançar os Rollers na América do Norte. Fizeram sua estréia americana através de um programa via satélite, Saturday Night Live with Howard Cosell. Igual sucesso tiveram no Canadá, liderando as paradas nos dois países e também na Australia.No início de 1976, a tensão do sucesso e o desconforto das turnês começaram a cobrar o preço. Alan Longmuir, decidiu sair do grupo. Foi substituído por por um garoto de 17 anos, Ian Mitchell da Irlanda do Norte - o primeiro membro da banda de fora de Edimburgo. Chegaram às paradas novamente com a música "I Only Want to Be with You" que chegou ao número 12 dos EUA.À medida que a popularidade dos Rollers diminuiu, a debandada continuou. Mitchell deixou a banda e foi substituído pelo guitarrista Pat McGlynn, e o entra e sái de músicos também se mostrava relevante para a queda. O final da história é igual a de tantas outras bandas. Nunca terminaram “oficialmente” e de vez em quando se reúnem para esses revivals. As disputas financeiras por direitos autorais, essas sim, nunca tiveram fim. Os Bay City Rollers gravaram 13 álbuns entre 1966 e 2015, 8 álbuns de compilações, 2 ao vivo e 31 singles. Nada mal.

3 comentários:

Edu disse...

Desde sempre gostei dessas bandas dos anos 70 que tocavam (e bem!) seus popzimhos chichete descartáveis.

João Carlos disse...

George Martin contou que os filhos perguntavam se os Beatles eram bons como eles.

Valdir Junior disse...

Nunca tinha ouvido. Legalzinho. Valeu Edu pelo post.