segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

THE MONKEES - OS MONKEES ESTÃO SOLTOS!

“The Monkees” foi uma das criações mais legais da cultura pop dos anos 60 – os melhores de todos. Eram um grupo pop dos Estados Unidos formado por David Jones (voz e percussão), Micky Dolenz (voz e bateria), Peter Tork (baixo, teclado e voz) e Mike Nesmith (voz e guitarra). Seus discos venderam cerca de 65 milhões de cópias ao redor do mundo.Resultado de imagem para the monkees
Os Monkees foram criados em 1965 pela rede americana NBC e pelos produtores Bert Schneider e Bob Rafelson inspirados no sucesso dos filmes “A Hard Day’s Night” e “Help!” dos Beatles. Para escolher os futuros astros, os produtores colocaram no jornal um classificado pedindo "quatro loucos entre 17 e 21 anos", o que resultou no aparecimento de 437 candidatos. Foram escolhidos: Mike Nesmith, um músico ligado em country/folk music e excelente compositor, Peter Tork, o homem dos mil instrumentos, Micky Dolenz, um jovem ator/cantor que quando criança, tinha estrelado uma série para a TV (exibida no Brasil) chamada "O Menino do Circo". O quarto Monkee, Davy Jones (inglês), já tinha sido contratado pelo estúdio um pouco antes, quando o grupo de teatro com o qual tinha vindo para os EUA apresentou-se na Broadway, com a peça "Oliver" que, por coincidência foi apresentada no programa do Ed Sullivan no mesmo dia da estreia dos Beatles.Resultado de imagem para the monkees
Tiveram uma série de TV entre 1966 e 1968 e um longa-metragem para cinema chamado Head (no Brasil: "Os Monkees estão soltos").Gravaram diversos álbuns, no início somente como cantores, já que músicos de estúdio eram contratados pela gravadora. Mas cansados de tanto controle, conseguiram produzir um álbum autoral em 1967, o antológico Headquarters. Várias turnês e concertos foram realizados e a cada lançamento, o grupo conquistava mais e mais fãs. Mike e Peter chegaram a deixar a banda, sendo substituídos brevemente pela dupla Boyce & Hart, os compositores de vários dos seus hits. Peter voltaria depois, mas Mike somente gravaria com a banda uma última vez em 1995, ocasião do lançamento de Just Us, um álbum inteiramente composto e produzido pelo quarteto. Alguns shows com a formação original marcaram o lançamento de Just Us e, após isso, somente Peter, Dave e Micky continuaram. Algumas turnês com o trio foram feitas e cada um seguiu seu caminho.
Em 29 de fevereiro de 2012, David Jones tornou-se o primeiro Monkee a falecer, vítima de um ataque cardíaco fulminante.Os membros sobreviventes da banda reagiram à morte de seu companheiro. Em seu site oficial Micky Dolenz escreveu: "Eu estou em estado de choque; Davy e eu crescemos juntos e compartilhamos um sucesso único que se tornou o fenômeno The Monkees. O tempo em que trabalhamos e estivemos juntos é algo que nunca esquecerei.Ele era o irmão que nunca tive e isto deixa um gigantesco buraco em meu coração. As memórias ficam e irão durar a vida inteira. Minhas condolências à toda sua família". Peter Tork disse: "É com grande tristeza que reflito sobre a súbita partida de meu amigo de longa data e companheiro de aventuras, David Jones. Sentiremos falta de seu talento e seus dons estarão sempre conosco. Adios ao cowboy de Manchester". Michael Nesmith disse: "Eu sentirei falta dele, mas não vou abandoná-lo à mortalidade. (...) O espírito e a alma de Davy vivem em meu coração entre todas as pessoas amorosas (...). Tenho boas memórias. Desejo a ele viagens seguras".Resultado de imagem para the monkees hoje
Para encerrar, a gente confere os Monkees em quatro grandes momentos, quatro grandes sucessos: "I'm a Believer", "Daydream Believer", "Last Train In Crackersville" e a sensacional "Vallerie".
 

Mas não se engane: Os Monkees ainda estão soltos!

2 comentários:

Valdir Junior disse...

Não tem cono não gostar. É só não comparar muitos com os Fab Four.

João Carlos disse...

Beleza de postagem.